Revestimento de fachadas com cerâmica, mármore, granito, etc;

Em pisos, paredes ou fachadas, especificação de revestimento cerâmico deve considerar classificação e características do material, como índice de absorção de água, resistência mecânica, química e a manchas

No Brasil, seja pela abundância de matérias-primas ou pela herança cultural portuguesa, de quem adquirimos o gosto por azulejos, o uso de revestimentos cerâmicos tornou-se um costume antigo e corrente. Não é à-toa que o País está entre os cinco principais consumidores desse tipo de material e é um dos maiores produtores do setor, com capacidade instalada de 600 milhões de m² anuais.

Se no passado as placas cerâmicas estavam restritas às áreas úmidas de uma construção, hoje são encontradas nos mais diferentes ambientes, como residências, escritórios, indústrias e áreas externas, incluindo amplas fachadas. O mercado oferece uma imensa variedade em formatos, cores, texturas e acabamentos superficiais. Até mesmo a imagem de revestimento pouco nobre, quando muitos a comparavam à rocha natural, se mostra ultrapassada diante do surgimento de cerâmicas de alto desempenho técnico e forte apelo estético.

As dimensões das placas aumentaram, principalmente nas opções de piso, o que garante maior economia industrial, facilidade de assentamento e eliminação de juntas, consideradas locais em potencial para acúmulo de sujeira. Ao mesmo tempo, e acompanhando a tendência de industrialização dos sistemas construtivos, é possível encontrar painéis cerâmicos fixados em fachadas com inserts metálicos: sistema já largamente utilizado nas pedras naturais. O ganho em velocidade de execução, calculado pelo arquiteto Manoel Dória, pode chegar a 35%. “Diferente do sistema de assentamento com argamassa, a instalação com inserts é limpa, seca e, em consequência, mais rápida e com menos desperdício de material”, revela. Por tudo isso, hoje a cerâmica está entre os revestimentos arquitetônicos mais versáteis, com inúmeras possibilidades de composição.

Fonte: http://au.pini.com.br/arquitetura-urbanismo/133/em-pisos-paredes-ou-fachadas-especificacao-de-revestimento-ceramico-deve-22715-1.aspx

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *